Poesia do Otimismo

A felicidade
de certo parecia-te algo tão inatingível
quanto a própria compreensão da vida e do amor, não?

Os sorrisos, pareciam a maquiagem perfeita
para o teu rosto
e eram
ainda que não fossem sinceros

Mas eu te digo:
somos felizes, sim
não precisamos ou devemos rir de tudo
e demonstrar apreço apenas ao que é gracioso
a própria beleza da vida não consiste apenas em gargalhadas hemorrágicas
mas também na honestidade da lágrima caída pelo motivo que for

É a balança
o que nos realiza é e será sempre
a dor e a alegria de ser o que somos e o que sentimos

Dias bons nos pertencerão
dias ruins nos incomodarão
e saberemos somente que a vida acaba com a ida para a cama
e no dia seguinte o que resta é um fio de lembrança e a intuição que guia
e permite que saibamos o caminho do dia novo que chega

Ainda que estejamos perdidos
ou não
não se desespere, nem me ache inapropriado
possivelmente seremos felizes
felizes, felizes
rindo do dia em que por um instante pensamos que tudo era tão simples
nossas verdades eram irrefutáveis
e nossas ofensas indesculpáveis.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. felipe disse:

    fechou com chave de ouro cara!
    felizes, felizes
    tomara que sejamos mesmo =)

    grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s