Ao meu amor de ontem

‘Eu podia perceber um sentido já engajado e latente – um sentido que eu sabia ser o fim mas eu não o planejava.
Eu me desnudei e me alimentei de tudo o que eu não mais comeria.
Eu revisitei discos que já não mais falavam sobre mim – e também deles eu me despedi.
Eu me permiti ser grotesco e inconsequente, e então eu vi surgir o seu itinerário.
Eu queimava. E já não dominava os meus membros, não era dono de meus passos – eu fui levado, entenda. Era destino e eu não sabia, eu não podia perceber. Eu não podia prever e não pensei em lutar – eu não imaginava.
Eu comprei cigarros e vaguei pelas ruas. Eu fui até a sua rua e rondei a sua porta mas eu não chamaria: eu sussurava adeus.
E então eu vi você surgir e só havia em mim o desespero.
Eu vi você andar na direção oposta – a nossa direção foi sempre oposta e eu pude ver.

Eu só preciso que você saiba que o meu amor foi carne e foi espírito.
Foi tamanha a intensidade que eu não pude compreender, entendo que você também não compreenda.
Eu amei mais do que eu pude e mais do que eu devia e sabia.
Eu lhe contei sobre a violência e sobre a falta que fazia o meu pai.
Eu era só uma criança e você foi o meu pai.
Você foi o meu Deus e eu esperei que você trouxesse a redenção.

Me desculpo: o meu amor não conheceu comedimento. Por favor, perdoe-me.
Agora há a liberdade – a minha e a sua.
O amor que era carne e era espírito hoje é transcendental. Há o respeito, o bem-querer e um espaço numa vida e história que não é sua. É minha.
Hoje eu disse adeus. A minha redenção é agora.’

Carta ao meu amor de ontem, originalmente publicado em 21/09/2008
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s