Tentava ouvir a própria voz,

buscava algum traço de verdade que vinha de dentro e era absolutamente, radicalmente natural, não uma imposição. Era uma busca por algo sólido, que não se desfizesse diante da paixão, de qualquer movimento de insegurança. A vida era dura. Havia sempre uma queda brusca, uma ferida esperando cicatrização, uma vulnerabilidade contínua. Ser homem é difícil quando se é vulnerável.

Ficava sempre melancólico em sacadas. Observava os automóveis, os homens, as mulheres, as crianças, cachorros, gatos, ratos, árvores, o acender e apagar das luzes nos cômodos dos enormes blocos de concreto construídos para guardar pessoas, suas muitas coisas, porque precisamos muito de coisas, suas vidas sem paixão. Com paixão, às vezes.

Era difícil para um homem delicado como ele viver sob um sistema tão brutal. Como ele poderia sobreviver? Como ele poderia amar e ser feliz, simultâneamente, o que é difícil, num mundo que parecia tão corrompido? Com frequência, ele se julgava um idiota por fazer tantas perguntas e tão sentimentais… Pobrezinho, não era esperto. “Não há chance aqui, senhor, tente numa outra oportunidade. Ou, nem perca seu tempo”. Achava um tanto ridículo ter de apelar a esse clichê já tão desgastado, essa ideia tão batida de que “o mundo não é pra mim, sou diferente, não me adapto”, mas sabia que era inevitável, se era assim que se sentia.

Bobinho, foi dormir sem encontrar solução para seu grande dilema. Não tinha nada, nada, nada, só o coração pulsante, batendo em ritmo de perplexidade, que ele tentava guardar como podia. Até quando (tum-tum, tum-tum, tum-tum)?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s