Corações pulsantes

Ele esperava por um golpe de sorte rápido, certeiro e improvável, como uma bala que te acerta numa radiante manhã de segunda-feira, quando tudo parece perfeitamente em seu devido lugar. Ora, a vida deve ser positivamente, vibrantemente surpreendente. É bom viver a calmaria, a vagarosidade, mas é preciso certo movimento, também. Depois de tantas e tantas e tantas histórias vividas com intensidade singular, era preciso algo grande e redefinidor.

Ele sentia crescer o desejo pela vida e tentava, com a certeza de que fazia bem, conservar o excepcional que lhe ocorria. Os encontros, os afetos, os momentos de clareza e de transformações, ainda que tímidas. Era preciso gastar energia com a vida, com o que vivia e o que era vivo. Comprometer-se. Viver é comprometer-se, apostar as fichas. De que falava, exatamente? Que importância fazia? As ideias deviam ser mais importantes que os acontecimentos. Havia aprendido a empreender toda dor, toda angústia, inseguranças, vontades, na busca por uma vida digna. Por movimento.

Ele queria viver, como queria! E estava vivo. Buscava a chama, tinha a chama, tinha de espalhá-la, tinha de comprometer-se. “Olha como Deus te deu uma espetadinha”… As folhas derramadas sob o asfalto naquela tarde cinza simbolizavam mais que apenas a estação do ano. Era uma mensagem poderosa, ainda que abstrata. Talvez fosse muito particular, também, mas de fato provocava nele uma instigante impressão: o tempo passa. “Vento que venta lá, venta cá”, “ninguém é bonito”, mas tudo que importa é beleza. Do que mesmo ele falava? Quem se importava? Quais eram os ouvidos dispostos, os olhos curiosos, os corações pulsantes? Ninguém tinha resposta alguma, para nada, a não ser o vagaroso-veloz tempo. Naquela tarde cinza de junho, era Clarice quem lhe soprava bons ventos. “Tenho medos bobos e coragens absurdas”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s