Diga alguma coisa

Eu fui feliz por todo esse tempo e eu emudeci. Não havia o que dizer. O que havia para ser dito consistia em três palavras simples: me sinto feliz. E tudo que passava daí era repetição. Agora… agora ainda existe felicidade em mim, mas existe tristeza também, e isso me permite voltar a dizer algumas coisas. Me obriga a voltar a dizer alguma coisa, ou estou ameaçado a sucumbir de vez e perder a felicidade que me restou. Então eu falo. Escrevo. Choro e sangro. Vibro e reverbero. Repito palavras e sensações, mas é novo. É novo. Me releio. Ninguém entende como eu o conteúdo que brota das páginas de mim mesmo, depois de jogadas as sementes. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s